Precificação correta? Formação é a palavra-chave


Precificação correta? Formação é a palavra-chave

Num artigo de Aline Lobo, a editora executiva da Academia das Flores mostra como e quando uma florista decide partilhar as suas experiências para ajudar outros floristas.

“Dentro das formações, por exemplo, o florista consegue entender porque a produção livre e a falta de controle de mercadorias afetam diretamente o lucro, aprende a observar a empresa com um olhar mais crítico, a pensar no volume que vende cada arranjo/pés (ou hastes) e ainda descobre como fazer o cálculo real por custo de produto evitando prejuízos.

Ao trazer este tipo de conteúdos espero cada vez mais fazer com que mais floristas entendam que não podem viver esta arte e espírito criativo sem saber como precificar um produto. É necessário estudar, posicionar-se, e principalmente fazer as perguntas necessárias para melhorar o negócio e de facto aprender onde está o dinheiro que não veem nas suas empresas”.

Subscreva a Revista do Florista, para conhecer os rostos desta formação e saiba mais sobre a importância da precificação correta.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 × 5 =

×