Projeto Jóias Verdes dedica-se à produção e venda de suculentas, catos e “minijardins de charme”


Projeto Jóias Verdes dedica-se à produção e venda de suculentas, catos e “minijardins de charme”

Pedro Pessoa é o fundador do projeto Jóias Verdes, empresa que se dedica à produção e venda de suculentas, catos e “minijardins de charme”. Pedro Pessoa desvenda-nos mais sobre este projeto e sobre estas plantas e deixa como principal dica que o trabalho deve ser feito com “o maior amor e cuidado, sempre pensando no outro”.

O principal foco da vossa empresa são as suculentas e os catos. Qual é a diferença entre os dois tipos de plantas?

O foco da Jóias Verdes está em oferecer ao cliente um produto de seleção acompanhado por um serviço personalizado. O nosso forte são maioritariamente as suculentas, que se destacam por várias razões como as cores e suas formas. Em relação aos catos, todos são suculentas, mas nem todas as suculentas são catos. As suculentas são plantas que no geral conseguem sobreviver a grandes períodos de seca, armazenando água nas próprias folhas ou caules e desenvolvem os seus próprios mecanismos para “combater” a seca. A principal diferença entre ambos é que os catos possuem aréolas, que são pequenos círculos salientes onde nascem espinhos, novos rebentos e as suas flores. Estes requerem menos água que as próprias suculentas.

Que características têm estas plantas?

São plantas com imenso charme e que se adaptam facilmente a qualquer decoração e/ou em ambientes minimalistas. São plantas que requerem menos manutenção em relação a outro tipo de plantas.

Leia este e outros temas subscrevendo a Revista do Florista.

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

14 + dezassete =

×