7 aspectos fundamentais do design floral


7 aspectos fundamentais do design floral

No caso do design floral, os artistas costumam trabalhar levando em conta aspetos fundamentais da técnica ao avaliar os resultados. Os mais importantes são:

1. Proporção

A proporção se refere à relação de tamanho entre os elementos, como flores, folhas, recipiente e os enfeites em um design.

2. Escala

A escala se refere à relação de tamanho entre a peça de design floral finalizada e seu entorno. Por exemplo, um centro de mesa para casamento e sua relação com o tamanho da mesa dos convidados ou o espaço geral do lugar.

Proporcionalmente, o design floral deve ter 1 ½ a 2 vezes o tamanho do recipiente em altura ou largura. Considerar essas proporções em mente ajuda no equilíbrio físico geral do design.

3. Harmonia

A harmonia se refere à combinação agradável de materiais, cores e texturas em um design floral. Quando todos os elementos de um arranjo combinam bem e são adequados ao propósito do projeto, a harmonia é alcançada.

4. Unidade

A unidade é alcançada quando todos os princípios e elementos do design estão presentes e bem executados. Quando isso acontece, a composição como um todo é mais importante do que suas partes.

5. Ritmo

No design floral, o ritmo é o fluxo visual, o caminho que o olho percorre quando o vê. É o que convida nosso olhar a se mover por e através de um arranjo, do ponto focal às extremidades e vice-versa.

O ritmo permite que o design apareça com movimento e prenda a atenção do observador. É criado por meio da adição de cores, materiais, formas, linhas, texturas e espaços.

6. Equilíbrio

Existem dois tipos de equilíbrio no design floral: físico e visual.

– O equilíbrio físico se refere à distribuição dos materiais e, portanto, ao peso em um arranjo. Parece simples, mas é preciso muito cuidado ao trabalhar com algumas flores e folhagens que são especialmente pesadas. O objetivo é sempre que o arranjo permaneça de pé e não caia.

– O equilíbrio visual, como o próprio nome diz, se refere a como o equilíbrio do design é percebido por nossos olhos. Existem três tipos: simétrico, assimétrico e aberto. Os primeiros são mais tradicionais. Os assimétricos e abertos são os mais difíceis de fazer, pois dependem mais de um olhar artístico treinado e do conhecimento técnico.

7. Ponto focal

A maioria dos designs florais possui uma área de ênfase ou ponto focal que é sua principal característica e atrai a atenção do observador. A ênfase pode ser criada por materiais dominantes ou contrastantes, de forma individual ou em grupo. O contraste do ponto focal com o resto do design pode ser criado por forma, tamanho, cor ou textura.

 

Inscreva-se no QUERO SER FLORISTA , o curso mais completo com lições fundamentais, abordando desde o básico do design floral até técnicas sustentáveis mais avançadas. Isso permite que os alunos tenham uma formação mais sólida e estejam preparados para lidar com os desafios da profissão. Além disso, um curso abrangente pode ajudar a diferenciar o seu trabalho no mercado e garantir a satisfação dos seus clientes.

 

 

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

7 + 5 =

×